lucianodacunha.net

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Uma breve revisão (Java)

Os programas em Java, consistem na maioria das vezes, em vários objetos relacionados formando uma coesa coleção de elementos.

Uma classe é o modelo de um objeto (projeto), que possui detalhado dentro de si, os possíveis estados e comportamentos permitidos. No projeto de um objeto, poderemos definir vários estados e comportamentos, e para distingui-los uns dos outros utilizaremos identificadores únicos ou sobrecarregados.

O Java é provido de uma infinidade de recursos que para acessá-los utilizamos comandos específicos da linguagem, que são as palavras-chave.

Para atingir um maior nível de eficiência, essa classe poderá ser aprimorada, especializada, dando origem ao um tipo derivado, que herdará todos seus atributos e comportamentos declarados acessíveis (públicos).

Uma maneira de atribuir novos estados e comportamentos a uma classe é aderindo a um contrato com outro tipo de modelo, chamado interface.

As interfaces, assim como as classes são modelos, porém bem menos flexíveis. Não detalham seus comportamentos deixando a cargo das classes que as recebem toda a implementação.

Assim, já que definidos os modelos e seus membros, estes podem ser transformados em objetos, que na execução do programa terão todos os estados e comportamentos definidos em seus projetos.

Abaixo, o código-fonte representando a estrutura de diagramas. Após escrito e compilado, ao executarmos teremos os objetos resultados dos modelos desenvolvidos.

/**
 * Apesar de se parecer com uma classe, nunca se tornará um objeto. Além disso
 * seus métodos nada possuem de comportamento. Que serão definidos pelas classes
 * que aderirem ao seu contrato.
 *
 * Nome do arquivo: Interface.java
 *
 * @version 2.0.
 */
interface Interface{

 public abstract void comportamento();

}

/**
 * Esta é uma classe, ou seja o projeto de um futuro objeto.
 * É aqui que seão definidos os comportamentos do objeto.
 * Perceba que como a classe assina a Interface, ela é obrigada a implementar
 * o método previsto lá.
 * Nome do arquivo: Classe.java
 */
public class Classe implements Interface{

 /**
  * Este é um campo que define o estado de um objeto, ou seja, uma variável
  * de instância.
  * A palavra estado é um identificador.
  */
 private int estado;

 /**
  * Este método é implementado para cumprir o acordo com o Interface
  * assinada.
  * A palavra comportamento é um identificador.
  */
 public void comportamento(){

  // realiza algum comportamento.

 }

}

/**
 * ClasseExtendida que estende Classe. Nessa classe, é possível definir novos
 * métodos a fim  de atingir um maior objetivo. Além disso, poderemos utilizar
 * os demais recursos (públicos) originados da classe superior.
 * A palavra extends é uma palavra-chave.
 *
 * Nome do arquivo: ClasseExtendida.java
 */
public class ClasseExtendida extends Classe{

 // Herda todas as características públicas da classe superior.

}

/**
 * Essa é a classe principal, onde tudo acontece.
 * O new, outra palavra-chave, é responsável pela construção de um novo objeto.
 * A partir de então, é possível manipular as características e executar os
 * comportamentos definidos na classe.
 *
 * Nome do arquivo: Aplicacao.java
 */

public class Aplicacao{

 public static void main(String[] args){

  Classe c = new Classe();
  ClasseExtendida ce = new ClasseExtendida();

 }

}

É isso, []'s

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Página inicial